© 2018 por Movimento Brasil Conservador. contato@colaboradoresmbc.org

 
 
G
M
T
Y
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A função de fala é limitada a 200 caracteres
 
[removed]
 
Opções : Histórico : Comentários : Donate Encerrar

O papel do Conservadorismo para o equilíbrio da sociedade


Conservares-te sob os princípios e valores do Pai para que o Filho permita-te ser a melhor versão de tu mesmo.


Inverossímil seria o exórdio desta incumbência de tentar compartilhar meu desditoso conteúdo com qualquer possível leitor deste elã, que não fosse discorrendo sobre o desígnio mesmo do objeto-alvo deste movimento conservador brasileiro: reassumir a identidade histórica de valores cristãos que forjaram as bases fundamentais deste país. Enfastiado pelo mais absoluto estado de caos como encontra-se o Brasil, o cidadão que invariavelmente, mais ou menos, preserva quaisquer traços dos valores ancestrais que alicerçaram essa nação, opta por encerrar o caminho errante rumo ao mais insignificante e exíguo vestígio de história deste mundo e decide-se por circunscrever sua biografia da pobreza de destino para que possa ascender aos aspectos dignos da experiência da vida e então, mais tarde, poder orgulhar-se de ter participado da reconstrução do Brasil como terra de liberdade e prosperidade.


Assim como basilar se faz a necessidade de iniciar este trabalho esgrimindo o tema Conservadorismo, se faz imprescindivelmente vital o Conservadorismo mesmo enquanto ascendente movimento de caráter sui generis dentro da profusão de movimentos importantes para a escalada da direita no cenário político brasileiro. Analogamente ao pai que já vivenciou vastas experiências da existência humana, entre positivas e negativas, entre equívocos e sucessos, o Conservadorismo exerce na balança da vida humana o papel de ponto de equilíbrio por sua bagagem histórica de traquejos acumulados. A sociedade, nesta mesma balança da vida, exerce o papel de rebento, necessitando substancialmente do direcionamento moral do conservadorismo. Uma vez ausente o conservadorismo, fica a prole sujeita a toda sorte de destinações deliberadamente disponibilizadas por toda a gama de movimentos políticos, pseudo-filosóficos e sociais que jornadeiam sobre a terra; entre elas o comunismo, socialismo, nazismo, fascismo, e tutti quanti mentecaptas ideologias que não pensam nem meia vez antes de descartar os valores milenares da essência humana em nome da revolução.


Tão ímpar é o Conservadorismo, pois unicamente ele é capaz de congraçar os aspectos transcendentes à vida terrena, não importando a longitude da extensão de memória histórica do homem. Os demais movimentos político-sociais, em tempo, o movimento liberal, que inegavelmente detém vantajosos e importantes prismas, por não apegar-se à memória histórica, lança-se impulsivamente sobre as ofertas da experiência terrena – ela, a mente humana – sem olhar para trás, desprovida da consciência desenvolvida através da experiência, da vivência, do sofrimento causado pelo desacerto, sem a glória mesma obtida após uma série de infortúnios, coisa que só a memória histórica da experiência terrena pode proporcionar. É como o filho que na falta do pai atira-se ao mundo sujeito ao que vier, e neste caso, o Liberalismo põe-se à disposição do movimento revolucionário que usurpa a retórica liberal para agregar todo o encadeamento de aspectos lúdicos da existência sob a forma de recompensa pela concessão das liberdades.


Guiado pelo Conservadorismo, o Liberalismo mantem-se sobre o trilhos harmonizados e justos do círculo da vida, podendo guiar a sociedade rumo à evolução da experiência humana, pois os valores e princípios preservados pelo Conservadorismo dificultam o ímpeto desenfreado do liberalismo, protegendo-o das armadilhas que um terreno descarrilado ou um trilho tortuoso oferecem ao espírito liberal.


No caso da sociedade brasileira, o propósito do Movimento Conservador deve ser recolocar a sociedade – a prole – nos trilhos corretos, reavendo assim a causa liberal das pútridas mãos do movimento revolucionário e entregando-a à sua Alma Mater, a eterna escola da memória histórica, proporcionando assim a harmonia ideológica da liberdade entre Conservadorismo e Liberalismo, que guiarão a sociedade rumo à evolução genuína.


Como por fundações cristãs fomos concebidos enquanto nação, que por fundações cristãs possamos reconduzir o Brasil e a nossa sociedade de volta aos bem aventurados trilhos da vida, conservando os princípios e valores do Pai para que o Filho nos permita ser a melhor versão de nós mesmos.


O segredo para evitar o sofrimento do corpo é não permitir que o espírito torne-se prisioneiro de uma mente atrofiada.


Alain Ibrahim

260 visualizações